Site Oficial Prefeitura Inhambupe

PREFEITURA LANÇA O PROGRAMA RENDA SOCIAL

PREFEITURA LANÇA O PROGRAMA RENDA SOCIAL

 

Na manhã de ontem (18), na Câmara de Vereadores, a Prefeitura de Inhambupe, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS), lançou o Renda Social. Esse é um programa de transferência de renda temporária destinado às famílias mais vulneráveis do município, que não têm segurança financeira para seus membros. Para receber o auxílio de R$100,00 por mês, a família não deve estar participando de outro programa de transferência de renda, e deve ter renda mensal de até R$ 150,00.

O prefeito Nena acompanhou a cerimônia de lançamento, acompanhado do presidente da Câmara, Jeovan Vieira, secretários de governo e demais vereadores.

 

O objetivo do Renda Social é conceder benefício financeiro às famílias que se encontrem em situação de extrema pobreza em Inhambupe, dando prioridade de cadastramento a famílias com: crianças e adolescentes de 7 a 17 anos; pessoa com deficiência; existência de trabalho infantil; pessoa resgatada do trabalho análogo ao escravo, etc. Além de gestantes e pessoas idosas que ainda não acessaram benefício de prestação continuada, e cuja família não tenha condições de garantir o seu sustento.

O prefeito Nena, que entregou os primeiros dois cartões magnéticos do Renda Social, destacou a importância do programa na vida de muitos cidadãos de Inhambupe. “Vai ser uma ajuda. Porque hoje muitas pessoas não têm emprego ou outros meios para sobreviver. Vai servir para melhorar a vida de muitos, até arrumarem um emprego”.

Valéria Costa, secretária da SEMAS, disse que a inserção das famílias será feita gradativamente, com a avaliação dos critérios na triagem. E destaca que o objetivo não é perpetuar uma família no programa. “A intenção não é condicionar as pessoas a isso. É uma alternativa para deixar aquela família assistida durante esse período. A partir do momento que forem conseguindo outras fontes de renda (emprego, bolsa família, aposentadoria), vão dando lugar a outros beneficiários”.

Antônio Dantas, assistente social e um dos técnicos do programa, ressalta que a fiscalização vai ser fator indispensável no Renda Social. “Nós, da SEMAS, e os outros órgãos fiscalizadores, vamos fazer um trabalho sério de fiscalização e monitoramento. Tudo para garantir que o benefício chegue para quem de fato precisa”.

Uma das contempladas com o Renda Social é Antônia Rosa, de 53 anos. Ela está desempregada, e a única fonte de renda é com a venda de salgados, que não acontece com muita frequência. Contente com a ajuda, dona Antônia resume o sentimento. “Vai ajudar e muito para quem não tem nada”.
Prefeitura de Inhambupe, a gente trabalha, sua vida melhora.

ASCOM
FOTOS: David Gouveia

Comentários